CONSELHO CONSULTIVO

Eduardo Augusto Rocha Pocetti

  • Bacharel em Ciências Contábeis pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (Fecap), com MBA em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

  • Atuou por 39 anos na área de Auditoria Contábil, coordenando trabalhos para empresas e conglomerados de diversos segmentos.

  • Presidente da Diretoria Nacional do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) no triênio 2012-2014.

  • Membro do Conselho do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bovespa no triênio 20122014.

  • Presidente da BDO Auditores de 2004 a 2011.

  • Sócio da KPMG de 2011 a 2014.

  • É presidente do Conselho de Administração do Ibracon (triênio 2015-2017).

  • Membro do Conselho Fiscal da Marfrig Global Foods, desde abril de 2014, e do Conselho Fiscal da Mahle Metal Leve, desde abril de 2015.

Fernando Piccinini Jr.

  • Bacharel em Cinema, Rádio e Televisão pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

  • Publicitário, escritor e palestrante, tem vivência de 40 anos na área de Criação. Há 27, é vice-presidente associado de Criação da Rino Com Publicidade, agência há mais de 50 anos no mercado. Executou e executa projetos para alguns dos mais importantes anunciantes do País.

  • Conquistou os mais significativos prêmios da propaganda nacional e internacional, com destaque para o Profissionais do Ano - Rede Globo (duas vezes) e o Hall of Fame - Clio Awards (duas vezes).

  • Foi redator na Franco Paulino, Moraes Propaganda (1976-1977), na Herald Propaganda (19771979), na Rino Publicidade (1979-1982) e na Salles Interamericana de Publicidade (1982-1988).

  • Na Rádio Bandeirantes, foi autor e apresentador do programa Boas Palavras (2001-2009).

  • Livros publicados: as obras de poesias Boletim de Existência (1999) e Caetano de Campos (2000) e Boas Palavras (2002), Boas Novas Palavras (2004) e Catedral da Sé (2005).

Horácio de Mendonça

  • Engenheiro químico pela Escola Nacional de Química da Universidade do Brasil (ENQ-UB), hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

  • Natural de Niterói, trabalhou inicialmente no Rio de Janeiro. Sempre foi o executivo principal nas diversas organizações nas quais atuou. Seu nome é referência para pesquisadores e estudiosos do mercado de capitais brasileiro e mundial.

  • Diretor-superintendente da Ghimel S.A. Corretora de Câmbio e Valores.

  • Membro do Conselho da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro (BVRJ).

  • Diretor-geral do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec).

  • Diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), autarquia do Ministério da Fazenda.

  • Diretor-geral da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

  • Liderou a criação da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), tendo sido seu primeiro e mais longevo diretor-geral.

  • Diretor executivo da Satipel Industrial.

  • Diretor executivo do Jockey Club de São Paulo nos últimos quatro anos.

  • Livros publicados: a minuciosa obra O Modelo de Desenvolvimento do Mercado de Capitais Sul-Coreano, em parceria com o economista norte-americano Walter Ness, e Austrália, uma Questão de Confiança, em conjunto com o economista Ailton Coentro e o jornalista Octavio Costa.

Marcos da Cunha Ribeiro

  • Formado em Engenharia Mecânica pela Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e
    em Economia pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP).

  • É sócio-consultor da Carpsi Serviços em Psicologia, Saúde e Gestão e executive coach.

  • Diretor-geral da Santal Equipamentos até janeiro de 2014.

  • Diretor administrativo da holding do Grupo Jacto (UJI) por quatro anos e meio.

  • Presidente da RR Donnelley Moore por quatro anos e meio. Na mesma companhia, foi diretor de Manufatura, vice-presidente de Operações e vice-presidente de Manufatura para a América Latina.

  • Na Union Carbide do Brasil e Divisão de Produtos de Consumo - Eveready atuou em posições executivas nas áreas de Produção e Qualidade e Marketing de Produto.

  • Membro do Instituto de Marketing Industrial desde 1996.

  • Executivo professor da Escola de Marketing Industrial desde sua fundação.

  • Professor convidado da Universidade de Marília na pós-graduação em Marketing e Negócios desde 2014.

  • Executive/career & coach/mentor desde 2003.

  • Autor de diversos artigos, em especial na revista Marketing Industrial.

  • Músico amador.

Murilo Cesar Lemos dos Santos Passos

  • Engenheiro químico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

  • Suzano Papel e Celulose (de julho de 2006 até hoje) - membro do Comitê de Gestão do Conselho de Administração.

  • Suzano Papel e Celulose (2001-2006) - diretor-superintendente.

  • Bahia Sul Celulose (1993-2001) - diretor-superintendente.

  • Companhia Vale do Rio Doce (1990-1993) - diretor da Área de Produtos Florestais, Meio Ambiente e Metalurgia (Siderurgia e Alumínio).

  • Celulose Nipo-Brasileira (Cenibra) e Florestas Rio Doce (1989-1990) - presidiu cumulativamente as duas empresas.

  • Companhia Vale do Rio Doce (1977-1989) - diretor da Área de Madeira, Celulose e Meio Ambiente. Exerceu os cargos de superintendente (Madeira e Celulose), gerente do Departamento de Estudos e Projetos e gerente de assessoria (vice-presidência/diretoria).

  • Durante o período em que exerceu a função de diretor da Vale do Rio Doce, foi membro do conselho de administração das seguintes empresas: Florestas Rio Doce, Alunorte - Alumina do Norte do Brasil, Aluvale - Vale do Rio Doce Alumínio, Itabira Internacional, Bahia Sul Celulose, Celmar S.A. Indústria de Celulose e Papel, Mineração Rio do Norte, Rio Capim Química, Usiminas, Companhia Siderúrgica de Tubarão, Celulose Nipo-Brasileira - Cenibra e Cenibra Florestal, Albrás - Alumínio Brasileiro, Companhia Docas do Espírito Santo, Rio Doce Geologia (Docegeo) e Portocel - Terminal de Exportação de Porto do Riacho

Manoel Horácio Francisco da Silva

  • Administrador de empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Também cursou o Advanced Management Program da Harvard University, em Cambridge, Massachusetts, nos Estados Unidos, e o Management Executive Program da Oxford University - Corpus Christi College, na cidade de Oxford, Oxfordshire, no Reino Unido.

  • No Grupo Ericsson (1967-1995), foi diretor financeiro da Ericsson e da Ficap e presidente da Matel e da Ficap.

  • Foi presidente da Sharp Equipamentos Eletrônicos (1995-1996).

  • Na Vale do Rio Doce (1997-1999), foi presidente da Área de Papel e Celulose, da Vale Energia e da Docenave.

  • Foi presidente da Telenorte Leste Participações - Telemar (1999-2001).

  • Foi presidente do Banco Fator (2001-2011).

  • Participou dos seguintes conselhos de administração: Docenave (presidente); Cenibra (presidente); 17 teles do Grupo Telenorte-Leste (presidente); Bahia Sul Celulose, atual Suzano Papel e Celulose (presidente); Ficap S.A.; Caraíba Metais, atual Paranapanema; Tess, atual Claro; Sadia, atual BRF; Telenorte Leste Participações; Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F); Tim Participações (presidente); Companhia Siderúrgica Nacional (CSN); Ideiasnet.

  • Atualmente, é membro dos conselhos da PPE Fios Esmaltados S.A., Banco Fator e Tim Participações.

Orlando Marques

  • Ministério da Indústria e Comércio / Conselho de Desenvolvimento Industrial (1971-1977) — exerceu os cargos de assessor do ministro, secretário executivo da Comissão Executiva para Papel e Celulose e coordenador de grupos setoriais do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI).

  • Atualmente, participa dos seguintes conselhos: Conselho de Administração da CPFL Energia (presidente), Conselho de Administração da Usina São Martinho, Conselho Consultivo da Bracelpa — Associação dos Produtores de Papel e Celulose, Conselho de Administração da Odontoprev, Conselho de Administração da Tegma Gestão Logística, Conselho de Administração da Camil Alimentos e Conselho Curador da Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ).

  • Board member da Publicis no Brasil.

  • Assumiu, em 2013, a presidência nacional da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap).

  • Iniciou a carreira publicitária aos 22 anos, como trainee de vendas da Editora Abril.

  • Deixou a empresa 18 anos depois, quando atuava como diretor-geral de Publicidade e publisher de Veja, para ser diretor comercial do jornal O Estado de S. Paulo.

  • Teve passagens pela Editora Globo, TV Bandeirantes, Brasil Mídia e TV Globo.

  • Entre 2007 e 2014, atuou como presidente das agências Publicis no Brasil.

© 2018 Todos os Direitos Reservados Ricardo Viveiros e Associados. 

Ariba.jpg